Golfe

O campo de golfe do Hotel Fazenda Monte Verde Golf & Resort possui uma paisagem ímpar em meio à natureza. São 9 buracos, par 36, em 3.202 yards. Os fairways são bem largos, mas há buracos de razoáveis dificuldades. Além disso, os bunkers de areia, azares de água e vegetação densa ao longo dos fairways são desafios para os golfistas.


O Hotel oferece aos jogadores todas as comodidades como: equipamentos, carros elétricos e pull carts para alugar, além de um excelente Driving Range para treino.

 

O primeiro buraco é o par 4 mais longo do campo. Um jogador batendo um bom driver no meio do fairway não encontrará muitas dificuldades para chegar ao green com duas tacadas, mas, se isto não acontecer, alguns desafios terão que ser superados, como uma grande área de transição com areia e coqueiros à esquerda do fairway e uma lagoa, à sua direita. O green é extenso mas sem muitas caídas.

 

O segundo buraco é um par 3 em formato de casco de tartaruga. Ele é protegido por bunkers nas laterais e hazards de água ao fundo e à esquerda.  Um par neste buraco é um bom resultado.

 

O terceiro buraco é um suave dog-leg à esquerda. Uma boa tacada com um madeira garantirá o par nesse buraco. Devido ao relevo, na segunda tacada o jogador não verá o green, o qual é protegido por grandes bunkers. Já na segunda volta, o dog-leg é mais acentuado, tornando o buraco 12 ainda mais longo.

 

O quarto buraco é um par 3 com um amplo green em subida, mas sem grandes dificuldades. Uma boa saída garante o par. O buraco 13 é mais longo, impondo uma tacada sobre a água na saída, mas, usando-se um híbrido, facilmente se alcança o green.

 

O quinto buraco é o cartão postal do campo, com suas quaresmeira floridas ao fundo do green. Se o jogador não tiver um bom driver, é melhor fazer um line up, em razão do grande riacho que há na frente do green. O mesmo também é protegido por bunkers fundos.

,

 

O sexto buraco é um suave dog-leg à esquerda, mas deve-se tomar cuidado para não bater um driver muito aberto. Caso contrário, o jogador terá problemas com um longo hazard em toda a sua direita, além de um rough bem alto.

 

O sétimo buraco é um par cinco bem longo com toda a sua direita como hazard lateral. Com um driver à esquerda, o jogador fugirá do longo cross bunker mais à direita do fairway. Sair deste buraco com um par é um bom resultado. O green é desafiador, repleto de desníveis, além de possuir um bunker e uma lagoa no seu entorno.

 

O oitavo buraco é um par 4 curto, mas se o jogador não executar uma boa saída, o melhor caminho é a direita do fairway, já que à esquerda há duas lagoas ao longo do mesmo. O green é rodeado por bunkers e bem inclinado, o que exige uma leitura precisa antes de fazer o putt.

 

O buraco 9 é o par 5 mais curto do campo. Aqui o jogador tem uma grande chance de fazer um birdie. Deve-se ter cautela com o lago na frente do green e um bunker à sua esquerda.